Os policiais civis começaram nesta terça-feira (9) uma paralização, no prazo de 24 horas. Para protestar contra o atraso de salários”. Até 8 horas da manhã na quinta-feira (11), – serão realizados procedimentos apenas em situações de emergência, registro autos de prisão em flagrante, expedição de guias para exames no Instituto Médico Legal (IML) e lavratura do termo de ocorrência circunstanciado.

A suspensão de atividades, foi decidida em assembleia geral do Sindicato dos trabalhadores da Polícia Civil do Estado de Sergipe (Sinpol) inclui agentes e escrivães. De acordo com o Sinpol, a audiência de interrogatório e investigação durante o tempo de inatividade.

No período, aponta o sindicato exige a assinatura do representante do Cliente os Serviços de precaução, a ação, receber, no campo de produtos e equipamentos de Proteção Individual (EPI), algemas, coletes e munições, dentro do prazo de validade.

 

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Músico,Jornalista, Repórter do Programa Voz da Cidadania..