Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Por meio de nota OAB cobra investimento em segurança pública da morte do Capitão Oliveira

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Sergipe, através da Comissão de Direitos Humanos, vem a público manifestar profundo pesar pelo assassinato brutal e covarde do comandante do Pelotão da Companhia Especializada em Operações Policiais em Área de Caatinga (Ceopac), capitão Manoel Oliveira, ocorrido na noite de ontem, 04, ao tempo em que externa solidariedade à família enlutada, amigos, colegas de trabalho e a toda corporação, nesse momento de dor.

Capitão Manoel Oliveira foi um policial diligente e atuante que serviu à sociedade na missão diária de garantir a segurança dos cidadãos sergipanos, exercendo seu ofício de forma a honrar a Polícia Militar do Estado de Sergipe, conquistando o respeito dos seus pares e o reconhecimento da sociedade.

Atualmente, Capitão Oliveira comandava a Companhia Independente de Policiamento em Área de Caatinga (CIOPAC) e vinha atuando no combate à criminalidade no alto e médio sertão do Estado, principalmente em relação aos crimes envolvendo roubos de gado, roubos a bancos, pistolagem, assaltos, dentre outras modalidades criminosas.

A advocacia e a sociedade estão consternadas e lamentam profundamente a perda de mais uma vida em decorrência da horrenda violência que assola o nosso Estado de Sergipe.

Infelizmente, este brutal assassinato demonstra que a ineficiência do Estado tem atingido até mesmo os profissionais da segurança pública.

A OAB/SE reafirma a urgente necessidade do governo priorizar investimentos para reestruturar a polícia, otimizando as condições de desempenho profissional, e para implantar políticas públicas eficientes de prevenção e combate à violência no Estado de Sergipe.

Fonte: Ascom/OAB-SE.

COMENTE!