Um avô foi detido na tarde desta quinta-feira, 24, acusado de abusar sexualmente de sua neta, hoje com 10 anos. As moléstias tiveram início há três anos, quando a menina tinha 7 anos.

Neste período, o avô é acusado de ter praticado sexo anal, oral e vaginal com a menina. Diante das autoridades policiais, alegou ‘esquecimento’. A prisão mediante mandado judicial aconteceu após o sargento Romano e cabo Lobo irem a uma propriedade na zona rural de Matão, às margens da Rodovia Washington Luís (SP-310).

Durante a prisão, a avó da criança chegou a se irritar e acusou os pais de terem deixado a criança sozinha com o acusado. Após passar por exame de Corpo de Delito no Pronto Socorro e ser encaminhado à Delegacia de Polícia para depoimento, o avô afirmou que teria ficado 90 dias internado e chegou a tentar um suicídio.

Contudo, ao ser indagado sobre o horário das refeições, se lembrava. Mas, perguntado sobre os atos praticados contra sua neta, garantia não se lembrar de nada.

Após ser qualificado pelo delegado Alfredo Gagliano Júnior, foi encaminhado ao presídio de Serra Azul. A menina passa por consultas com profissionais de psicologia, assistência social para tentar amenizar o sofrimento dos 3 anos.

(Com informações do Matão Urgente).

Fonte:  São Carlos Agora

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR