SEM RECEBER

Os vereadores da Câmara de Monte Alegre não sabem quando irão receber os vencimentos equivalentes ao mês de outubro. O repasse que deveria ser feito até hoje, não ocorreu e, segundo parlamentares, a prefeita não insinuou quando irá efetuar o pagamento.

CRISE?

A palavra de ordem na prefeitura é que o município vive em crise por conta de vários fatores e um deles é a queda no FPM. No entanto, os dados do Boletim Sergipe Econômico provam que os repasses do Fundo de Participação dos Municípios assinalou uma alta real de 7,3%, em relação ao mesmo intervalo do ano anterior.

Só para ter uma ideia, os municípios de Sergipe em 2016 receberam R$ 737 milhões de FPM, enquanto neste ano já receberam R$ 820 milhões. Portanto, de acordo com os dados do governo federal, os recursos que entram no caixa das prefeituras passam longe da falência.

NOMEAÇÕES

Por outro lado, a prefeita voltou a nomear pessoas para ocupar cargos de comissão. Isso se deve após a administração exonerar todos os CCs no mês de setembro. O fato é que a gestão percebeu que houve uma farra enorme de nomeações, ou seja, colocou gente demais e acabou percebendo que não teria condições de pagar todos os funcionários públicos.

+ ATRASOS

Ainda há reclamação nas equinas da cidade, que tem gente que ainda não recebeu os vencimentos equivalente a dois meses e não tem previsão de quando irá receber. Com isso, a prefeita ganha tempo e economia por não oficializar o retorno desses servidores comissionados.

Welder Ban | Panorama Político
Uma análise da política sergipana como ela deve ser: sem censura!

Deixe seu comentário abaixo

Comentários