tonhao-de-montealegre-prefeito-gestao-politicaO prefeito do município de Monte Alegre, Antônio Fernandes (TONHÃO do PSC), promete fazer história através do processo de transição de gestão. Com os salários dos servidores em dia, o prefeito quer ir além e fazer algo inédito no governo municipal.

Narra a história que todas as vezes que um prefeito perdia a eleição, entregava a prefeitura cheia de problemas. Carros eram sucateados nas vésperas da virada de ano e os órgãos públicos eram alvos de depredação.

Quando assumiu a prefeitura, Tonhão divulgou, através de sua assessoria, que ele não conseguia nem entrar no gabinete do prefeito, que estava com a porta trancada – e não oferecia a menor condição de trabalho, nem lápis e caneta possuía. Além disso, ele também expôs máquinas e carros depredados, e reclamou dos salários atrasados dos servidores.

Ainda de acordo com o prefeito, foi constatado o roubo de computadores e de aparelhos de ar-condicionado. Na época, o novo prefeito chegou a afirmar que o cenário era de terra arrasada, e determinou a realização de uma auditoria nas contas da administração anterior, que teria negado o processo de transição.

Tonhão chegou a ir a Brasília várias vezes para protocolar cópias de ações judiciais que o município ingressou contra o ex-prefeito João Vieira Aragão. O motivo das ações era a falta de prestação de contas de recursos federais recebidos na gestão passada e que provocaram a inclusão do município no CAUC, cadastro de inadimplentes do governo federal.

Por conta disso, Monte Alegre ficou impedido de receber novos recursos da União para obras e projetos, incluindo emendas parlamentares. Com o tempo, o prefeito regularizou todas as certidões e o município passou a receber emendas que foram importantes para a gestão.

Mas, o maior desses problemas era a insatisfação do servidor público. O ex-prefeito Aragão seguiu a mesma linha dos antecessores e findou seu mandato deixando em atraso o mês de dezembro e o décimo terceiro salário de 2012.

Depois de mudar o cenário administrativo e financeiro de Monte Alegre, Tonhão chegou a afirmar no último sábado (19), em entrevista a um dos repórteres da Xodó FM, que se sente realizado e feliz, e que não sairá sem prestar contas à sociedade.

O gestor prometeu entregar a chave da prefeitura a nova prefeita, Nena de Luciano, com o pagamento do salário de dezembro e o décimo terceiro salário a todos os servidores de Monte Alegre. Afirmou que vai entregar a frota de veículos, órgãos públicos e demais ferramentas administrativas em perfeitas condições.

“Por mais que seja uma obrigação do gestor, isso nunca ocorreu no município. E dessa vez quero entrar para história e acalmar os servidores garantido o direito de ter o salário em dia e o seu décimo terceiro pagos”, disse o prefeito Tonhão.

Da redação, Xodó News

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Jornalista DRT/SE 1794, Locutor e Apresentador da Xodó FM 89,9 e 88,5; Bacharelando em Direito.