fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

“Quero provocar uma reação emocional em quem vê o meu trabalho”, diz espanhol Fincias

Mexer com os sentimentos e criar uma experiência diferenciada. Esse é o desejo do pintor espanhol José Luis G. Fincias em relação ao seu trabalho que é reconhecido na Espanha e em vários outros países. “Quero provocar uma reação emocional em quem vê o meu trabalho”, diz o artista.

Ele disse que pinta e desenha desde que começou a entender o mundo, ou seja, ainda criança. Depois foi se aperfeiçoando e completando a sua formação artística. “O pincel se tornou parte de mim e as cores são as minhas melhores aliadas”, comenta José Luis G. Fincias.

O artista espanhol disse que quando pinta, tenta expressar para o mundo os sentimentos que carrega dentro de si para poder provocar uma reação em quem aprecia seu trabalho, que é chamativo, colorido, enérgico e passional, como ele mesmo define.

Sua obra corre o mundo e em sua brilhante carreira artística, Fincias realizou exposições em importantes galerias de arte da Espanha como na capital Madri e cidades como Barcelona, Santander, Oviedo, Tarragona, Zamora, Bilbao e San Sebastián. “Também realizei exposições em outros países, em cidades como Estocolmo, Amsterdam, Edimburgo, Luxemburgo, Estrasburgo, Miami, Hamburgo, Porto, Roma, Paris, Bruxelas, Nova York, Mônaco, Singapura e Hong Kong”, destaca o artista.

Sua obra foi adquirida por instituições públicas e colecionadores da Espanha e de outros países. Membro de AEPE (Associação Espanhola de Pintores e Escultores). José Luis G. Fincias é membro fundador do Grupo de Artistas Plásticos KAIKOO y ESPACIO CERO.

Críticos de arte reconhecem trabalho de Fincias

Renomados críticos de artes da Espanha e do mundo reconhecem o talento e a qualidade do trabalho de Fincias, como a Crítica de Arte, colaboradora do Museu Vasco de Arte Contemporâneo, Galerias de Arte e o Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia de Madrid, Izaskun Monfort Aurteneche. “Nas criações deste autor madrilenho, o magnetismo que caracteriza o estilo de Fincias, reverbera em tecidos carregados com matéria e fortes contrastes de cor”, disse a crítica.

Marcos Martín,do Diario La Opinión de Zamora, também concorda quando se trata da obra de Fincias. “Não há melhor maneira, do que se entreter com a pintura de Fincias para respirar otimismo diante dos tempos que vivemos”, disse o crítico.

A lista de críticas positivas é extensa. “O estilo próprio de um pintor é fundamental para poder determinar sua marca e reconhecer sua obra, mas nos tempos atuais e com a qualidade dos artistas existentes, nem sempre é fácil. Existem muitos elogios que podem definir FINCIAS como artista. Nós apenas te convidamos a conhecer sua obra que emociona intensificando a vida da cor”, disse o crítico Josep Lluís Del Río na revista Guiarte y Tú, de Barcelona.

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação

Política de Privacidade e Cookies