fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

RAPIDINHAS DA POLÍTICA: The Walking Dead, operação Monte Alegre

ATENÇÃO ALERTA DE SPOILER: Rapidinhas da política é uma coluna de cunho opinativo, se você for apaixonado ou sofre do coração não leia

Quem assiste sabe que a série se trata de um mundo totalmente em caos, onde vivos e mortos-vivos são os maiores protagonistas da série que é exibida pela Fox.

Durante todas as temporadas a série mostra vários grupos, tentando se adaptar ao novo mundo em que estão vivendo e que agora terão que aprender a conviver com suas diferenças para tentar sobreviver.

Em Monte Alegre, o mundo político vive em paralelo com a série The Walking Dead, onde políticos “mortos-vivos”, precisam desesperadamente se adaptar no mundo em que vive os vivos.

Esse é o caso do ex-prefeito Tonhão, que terá que se adaptar ao mundo em que procura uma solução para cumprir com o acordo feito com Valdirene. O problema é que o acordo toca na sua maior ferida, a autossuficiência.
Todo mundo sabe que o acordo entre eles e que vai para a campanha quem estiver melhor nas pesquisas e é aí que se abre a ferida. Em pesquisas realizadas no ano passado, Valdirene apareceu melhor que todos os candidatos juntos e isso tem causado um certo pavor no ex-prefeito que tenta a todo custo emplacar sua pré-campanha como cabeça de chapa na oposição.

É tipo assim, Valdirene faz parte do grupo de Rick (Grupo protagonista da série) e Tonhão faz parte de um grupo de Negan (Grupo onde é feita a vontade de uma só pessoa) e esses grupos infelizmente não se chocam.
A verdade é que o grupo caminha para que Valdirene encabece a chapa, isso se a palavra ainda valer alguma coisa, Tonhão será pré-candidato a vice, ou alguém de sua inteira confiança, quem sabe sua esposa ou até mesmo Henrique de João Gogó.

The Walkind Dead pode até ser ficção, mas que pode ser exemplo para a política em Monte Alegre, ah, se pode.

Maycon Fernandes/Jornalista

COMENTE!