Um documento divulgado pelo Antagonista, obtido através de uma comunicação interna da Secretaria de Administração Penitenciária,supostamente revela que os presos da penitenciária Anísio Jobim, em Manaus, tiveram direito a uma “festinha de natal” antes do massacre.

O suposto documento revela que as companheiras dos presidiários foram autorizadas a dormir na penitenciária no natal, com direito até a entrega de gelo para a festa.

Veja o suposto documento:

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.