soudesergipe-estado-rogerio-carvalho-improbabilidade