Os mais otimistas podem até considerar o empate fora de casa um bom resultado, mas quando a linha da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro se aproxima, é bom não se iludir com os resultados. O São Paulo se deixou comemorar o empate da última quarta-feira (5) contra o Sport, na Ilha do Retiro, sem se dar conta que pode terminar a 29ª rodada a dois pontos da degola.

saopaulo-santos

Classificação e jogos

E não precisaria nem ser o pior dos mundos para se ver na 14ª colocação a nove jogos do fim do campeonato. Bastariam vitórias do Cruzeiro (hoje com 33 pontos) sobre a Ponte Preta e do Figueirense (hoje com 31 pontos) diante do Botafogo no fim de semana. Nesse cenário, o time seria ultrapassado na tabela de classificação e veria a linha de corte da zona de rebaixamento subir próxima aos seus 36 pontos.

“Não tem o que dar mais desculpas, o que falar e, sim, trabalhar o máximo possível”, disse o goleiro Denis, um dos responsáveis por evitar a derrota do Tricolor. Além do cenário previsto, há ainda a ameaça do Internacional, que ainda não entrou em campo. O Colorado, que hoje ocupa a 18ª colocação com 30 pontos, enfrenta o Coritiba nesta quinta, no Beira-Rio.

Mais consciente em relação a um discurso que ainda previa uma vaga na Libertadores do próximo ano, Ricardo Gomes disse que o momento é melhor do que antes, mas ainda tem no que melhorar. “Estamos ainda em uma zona desconfortável. Temos que pontuar, pontuar o quanto antes para pensar em outra coisa”, disse o treinador.

O próximo compromisso do São Paulo é contra o Santos, na quinta, no Pacaembu. O time da Vila Belmiro vem de duas vitórias seguidas se consolidou na quarta colocação no Brasileirão.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR