fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Secretaria de Segurança Pública divulga foto de suspeito de latrocínio contra gerente de posto de combustíveis

Policiais civis da Delegacia Regional de Canindé do São Francisco, com o apoio de policiais militares, prenderam Humberto Vinicius da Conceição Silva, 21, que é acusado de ser o autor do latrocínio que vitimou o gerente do posto de combustíveis Edson da Costa Fagundes, 56, ocorrido no dia 11 de setembro, em Poço Redondo. A prisão aconteceu nesta quarta-feira (11), em uma rodovia de acesso a Canindé, quando o acusado estava em um veículo, acompanhado de outros dois homens.

De acordo com as informações do delegado Antônio Francisco, o suspeito já era acusado de praticar roubos na cidade. Durante as investigações, notou-se semelhança na prática de alguns desses crimes e o inquérito concluiu que Vinícius também era o autor da morte do gerente. Depois do latrocínio, ele ainda passou alguns dias escondido em Pernambuco. Na quarta-feira, os policiais realizavam diligências pela cidade de Canindé, quando perceberam a chegada de um carro com envolvidos em outras práticas criminosas. Foi realizada a abordagem e o suspeito foi encontrado.

Durante o depoimento ao delegado, Vinícius confessou ter praticado o latrocínio e forneceu detalhes que condiziam com as investigações da polícia. O suspeito disse que vinha monitorando a vítima há cerca de três semanas. No dia da ação, ele seguiu o gerente do posto de combustíveis até uma rua erma, onde ficou escondido atrás de um caminhão e anunciou o assalto.

Vinicius alegou que não esperava que a vítima esboçasse reação e ao entrar em luta corporal, acabou efetuando o disparo que vitimou o gerente. Ele disse ainda não ter conseguido encontrar o dinheiro que pretendia roubar e fugiu em uma moto, depois de render um motociclista e obrigá-lo a seguir até às margens da rodovia. Quanto a arma utilizada no latrocínio, o acusado disse que vendeu.

O acusado já tem passagens pela polícia por roubo e tráfico de drogas e estava em liberdade desde o mês de fevereiro. Ele estava com mandado de prisão preventiva decretada pelo Poder Judiciário por ser suspeito de envolvimento em um roubo praticado no mês de julho em Canindé.

COMENTE!