As reuniões da ALAS, ocorrem de forma itinerante percorrendo todos os municípios que compõem o amplo sertão de Sergipe e a ultima aconteceu na cidade de Feira Nova, sábado dia 29. O objetivo principal da sessão foi a apresentação e eleição dos novos membros para compor a academia na condição de membros Efetivos e Correspondentes.

A posse dos Novos Acadêmicos acontece no final deste ano no aniversário de fundação da ALAS.

Novos membros Efetivos:

Ademarcos Dantas Santana (Nossa Senhora Aparecida)
Edson Alexandre da Silva (Poço Redondo)
Idenilson de Albuquerque (Porto da Folha)
José Nunes Santana (Monte Alegre)
Rute Nascimento Oliveira (Nossa Senhora Aparecida)

Novos membros Correspondentes:
Lícia Cibelle Maciel Carvalho (Santana do Ipanema)
Natally Costa de Oliveira (Ribeirópolis)

Um pouco da história da ALAS…

No ano de 2013, o advogado, escritor e acadêmico Francisco das Chagas Vasconcelos, conhecido Prof. Vasko, surpreendeu a comunidade intelectual do Estado, em plena Bienal do Livro em Itabaiana com o anuncio da da criação de mais um sodalício literário no interior de Sergipe.

A Academia é formada por 12 municípios que integram o sertão sergipano, ocupando uma área equivalente a 30% do território de Sergipe. São eles: Canindé, Carira, Feira Nova, Gararu, Graccho Cardoso, Itabi, Monte Alegre de Sergipe, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora da Glória, Poço Redondo, Porto da Folha e São Miguel do Aleixo.

Revolução no âmbito Literário e Cultural

A ALAS atualmente representa um processo revolucionário imenso no âmbito da literatura regional, pois após a sua criação, diversos amantes da cultura e da literatura, de cidades pequenas estão tendo maior possibilidade de divulgação de suas obras.

O presidente da ALAS, que já compõe o MAC da Academia Sergipana de Letras (Cadeira 13) e ocupa a Cadeira 07 da Academia Gloriense de Letras tem se mostrado um verdadeiro guerreiro contribuindo assim imensamente com o desenvolvimento cultural de várias cidades do amplo sertão, pois através da criação da ALAS, escritores começam a ter uma visibilidade sendo incentivados a publicarem seus livros e também participar de diversas antologias.

Prof. Vasko  está à frente, desde a sua criação, sendo reeleito, em 9 de julho 2016, para manter-se na Presidência durante o biênio 2016/2018. Em poucos anos de criação, a ALAS realizou vários movimentos, como lançamentos de livros, participações em exposições, eventos literários, entre outros.

Após poucos anos de sua criação, a ALAS através de seus membros, criou Movimentos Literários a exemplo do Encontro de Escritores Monte-alegrense e do Encontro de Escritores Canindeenses, entre outros que estão se tornando referencia etransformando toda uma realidade em  cidades do sertão sergipano.

Izaque Vieira / Redação Portal Sou de Sergipe

Deixe seu comentário abaixo

Comentários