A operação tem como objetivo fiscalizar o cumprimento de medidas protetivas e dar cumprimento a sentenças judiciais relacionadas a violência doméstica

A Polícia Civil deflagrou a “Operação Marias”, para fiscalizar o cumprimento de medidas protetivas e cumprir mandados recentes de busca e apreensão e de prisão em 18 estados brasileiros. Em Sergipe, até as 9h desta quinta-feira, 5, o Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) prendeu sete suspeitos, em ações realizadas na capital e no interior do estado.

De acordo com o DAGV, na Região Metropolitana foram duas prisões em flagrante, sendo uma na capital e outra em Nossa Senhora do Socorro. Já no tocante ao cumprimento de mandados de prisão, foram duas sentenças cumpridas em Aracaju, duas na cidade de Estância e uma na cidade de Itabaiana. Ao todo, foram sete prisões.




Em coletiva de imprensa, a delegada do DAGV, Mariana Diniz, explicou a importância dessa operação: “Hoje é um dia de mobilização nacional para fiscalização de medidas protetivas, cumprimento de mandados de busca e apreensão e cumprimento de mandados de prisão que envolvam autores de violência doméstica.”

A delegada ressaltou também a efetividade das diligências no dia a dia, fora da operação: “Damos cumprimento aos mandados com a maior brevidade possível, justamente por se tratar de violência doméstica. Saiu mandado de prisão, procuramos diligenciar para dar o efetivo cumprimento com celeridade para preservar a vida da vítima.”

Devido à gravidade dos delitos que envolvem a violência doméstica, não existiam mandados de prisão retidos. A operação foi deflagrada para o cumprimento de sentenças judiciais recebidas nos últimos dias. A “Operação Marias” é uma iniciativa do Fórum Permanente de Enfrentamento à Violência contra a Mulher (CONCPC).

Informações SSP