assalto_radio_fm_aracaju

No fim tarde deste domingo (11), o delegado André Baronto, da Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal), esteve na emissora de rádio de Aracaju, que na noite deste sábado, foi invadida por cinco homens armados que ainda não foram localizados.

“Já estamos com as imagens do circuito de segurança que serão importantes para a investigação”, informou o delegado que conversou com os funcionários da emissora, e estava acompanhado do delegado-geral da Polícia Civil, Alessandro Vieira e do comandante da Polícia Militar de Sergipe, Coronel Marcony Cabral.

A Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) entende que a agressão a um veículo de comunicação é um ato de violência contra a democracia e contra a liberdade de expressão.

A polícia não descarta nenhuma linha de investigação. “Não é um fato comum uma invasão a uma rádio com a subtração de objetos de tão pouco valor. Em breve daremos um retorno à sociedade”, disse o delegado-geral da Polícia Civil, Alessandro Vieira.

Crime
A invasão à rádio localizada na Zona Norte de Aracaju ocorreu na noite de sábado (10), quando cinco homens encapuzados e armados com revólveres, renderam o porteiro da emissora, arrombaram salas da administração e ameaçaram os funcionários. Uma locutora apresentava um programa ao vivo e pediu socorro aos ouvintes.

Toda a ação que durou cerca de quatro minutos foi flagrada pelo circuito de segurança interno da emissora.

Quem tiver alguma informação sobre os suspeitos pode entrar em contato com a Polícia através do Disque-Denúncia pelo número 181.

Com informações do G1

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.