Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Tio de criança atropelada denuncia imperícia de socorristas de ambulância de Gararu

A criança havia sido atropelada na tarde de ontem, terça-feira, 03, quando desceu do ônibus escolar e foi surpreendida por um caminhão que não conseguiu frear e acabou atingindo o menino.

As primeiras informações davam conta de que a criança havia falecido, devido à gravidade da pancada e a noticia logo se espalhou deixando as pessoas atônitas por também se tratar de uma criança de seis anos de idade.

Na manhã desta quarta-feira, 04, o Portal Soudesergipe recebeu a denúncia de um tio da criança que houve imperícia por conta dos socorristas da ambulância de Gararu, quando deram por certo a morte da criança, inclusive chegando a cobrir com um pano a vítima que ainda estava viva.

Segue o relato:

Bom dia, quero relatar um ocorrido ontem em Gararu por volta das 14hs de ontem equipe do SAMU USA porto da folha, fomos acionados para fazer uma transferência do hospital local que se tratava de uma criança de apenas 6 anos, vítima de atropelamento por um caminhão baú.

Porém o que chamou a atenção da equipe foi o relato do tio que o acompanhou até a vermelha pediátrica do HUSE por se tratar de um TEC grave causado pela pancada, o tio fala o seguinte, que a criança ficou mais de 30 minutos no asfalto quente pois tinha um ambulatório do município e uma equipe da PM no local que já tinham coberto o corpo da criança, alegando estar morta sem uma confirmação de um profissional habilitado e o que mais absurdo é que o tio foi proibido de olhar, mas ele foi insistente e percebeu que a criança ainda respirava e mesmo assim o motorista da ambulância ainda não queria prestar o socorro disse ele e ainda pior já tinha feito a solicitação do IML para recolher o corpo.

COMENTE!