Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Torcedores usam redes sociais para comentar jogos e trocar informações sobre futebol

Já faz um tempo que o jeito de ver e acompanhar partidas de futebol vem mudando. Transmissão de jogos online e notícias em tempo real não são mais tão novidades assim. Agora, as redes sociais entraram nesse circuito e estão cada vez mais presentes no dia a dia dos fanáticos pelo esporte.

Troca de informações sobre jogos, contratações e até desempenho dos jogadores têm se tornado cada vez mais frequente nas redes. As principais são Twitter, Facebook e Instagram.

É o futebol invadindo as mídias sociais ou vice-versa?

A questão é mais complexa do que se imagina. As redes sociais estão mudando a forma das pessoas torcerem pelo seu time do coração.

Hoje, é bastante comum que em meio a reuniões, aulas, expedientes de trabalho e até cerimônias religiosas, qualquer torcedor apaixonado saiba o resultado de um jogo.

Receber a notícia de um gol ou da marcação de um pênalti não depende somente de acesso ativo a aplicativos especializados assim, mensagens diretas pelas redes ou uma simples notificação do Twitter podem virar motivo de comemoração.

A mudança de comportamento do mercado, cada vez mais ligado nas novidades tecnológicas, e a vida corrida vêm mudando a forma das pessoas assistirem e acompanharem o futebol.

Contudo, se formos tentar encontrar culpados para este fenômeno não faltarão acusados já que os preços dos ingressos, a violência nos estádios e a ausência da transmissão pelas TVs de alguns campeonatos são alguns deles.

Público engajado nas redes sociais

O alto engajamento nas principais redes sociais que atuam no Brasil já é um fato. A torcida está assumindo o papel ativo das notícias e comentários.

O comentarista agora é o torcedor. Grupos de discussão avaliam o rendimento dos jogadores e isso tem gerado um grande burburinho, inclusive, dentro dos clubes.

Entretanto, as trocas de informações, palavras de incentivo, críticas e sugestões já são vistas de forma positiva pelos clubes.

A interação é real. Jogadores e áreas de marketing das equipes já se relacionam virtualmente com a torcida e levam a sério o que leem.

Aumento do interesse do público feminino  

Outro fator interessante, que deve ser observado nessa torcida virtual, é a presença das mulheres.

Muitas vezes sentindo medo de frequentar os estádios por uma série de motivos, o público feminino não se abstém das discussões acaloradas no ambiente virtual.

Dessa forma, é bastante habitual ver perfis femininos atuando nas páginas de discussão e comentando em perfis oficiais de clubes e jogadores.

Seriam então as redes sociais a fonte da democratização do futebol?

COMENTE!