fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Casal que lançou projeto de “Design Divertido” compartilha processo de criação da marca “Muskinha”

São Paulo 13/7/2021 – Levantamos uma empresa do zero sem nenhum tipo de ajuda, apenas nós dois juntos e isso já é muito especial, comenta Amanda Chatah.

Amanda Chatah e José Neto estão juntos desde 2009, mas foi em 2016, após uma “obra do destino” envolvendo a filha do casal que decidiram empreender

Amor e negócios são duas forças que podem, sim, estar em sintonia. Casais que empreendem juntos têm a difícil tarefa de conciliar de maneira equilibrada a vida afetiva com a profissional. Esta é a realidade de Amanda Chatah, 42 anos e José Neto, 38 anos.

O empreendimento dessa dupla nasceu no ano de 2016, quando a filha do casal caiu do berço onde dormia. Depois desse acontecimento, os pais decidiram repensar todo o quarto de Olivia. Começou, então, um grande período de pesquisas sobre o universo infantil que acabou resultando no interesse dos dois pelo método Montessori. A metodologia montessoriana acredita em um ambiente preparado para a criança, onde os móveis estão distribuídos na altura de seus olhos e no alcance de suas mãos, visando sua maior autonomia e segurança.

Foi assim que o casal resolveu aplicar os conhecimentos de engenharia de José junto à experiência em moda e marketing de Amanda, no desenvolvimento da cama casinha que até hoje é o “carro chefe” da Muskinha. A execução foi realizada em parceria com uma pequena marcenaria. “Depois que a cama da Olivia ficou pronta, mostramos o resultado aos nossos amigos, que espalharam a notícia e pediram que fizéssemos também para os seus filhos. Enxergamos ali a possibilidade de um novo negócio e juntamos a oportunidade de empreender com uma experiência que nós dois vivemos juntos, dentro da nossa casa”, lembra Amanda.

Mas empreendedora ressalta o risco vivido por casais que possuem negócios juntos, pois a rotina do trabalho e vida em casa pode comprometer tanto o ambiente profissional quanto o familiar. Sobre conciliar o relacionamento com a sociedade, Amanda pondera: “Já vi muita sociedade acabar e os sócios nunca mais se falarem, mas aqui se acontecer tem um casamento em jogo”, opina.

Justamente por isso, Amanda acredita que manter a paz no relacionamento sem afetar o negócio exige equilíbrio e sintonia para o qual muitos casais precisam se preparar melhor. Para que negócios entre casais sejam bem-sucedidos é preciso tentar harmonizar alguns pontos chave. Segundo a experiência dessa dupla, o casal destaca 3 dicas:

1 – Alinhar as decisões entre sócios, especialmente se elas envolvem a equipe
A comunicação entre os sócios é essencial. “Consideramos muito importante nosso alinhamento de decisões, assim deixamos nossa equipe confiante e organizada”, destaca José Neto.

2 – Evitar misturar os ambientes
Esse é um ponto importante para minimizar o cansaço e ter o tempo necessário para cada coisa. “Tentamos abordar os problemas de casa entre quatro paredes e resolver as questões do trabalho dentro da empresa. Não é fácil, estamos em exercício constante”, comenta Amanda. Por mais urgentes que sejam as demandas, o ideal é separar as coisas.

3 – Definir as tarefas de cada um
Quando o casal tem filhos, esse cuidado deve ser redobrado. Definir as tarefas auxilia a produtividade e concentração, tanto no trabalho quanto na rotina doméstica. Nos primeiros anos do empreendimento, os dois faziam de tudo um pouco, mas com o passar do tempo foram entendendo que teriam que oferecer para a empresa a expertise individual de cada um. Amanda passou então a cuidar das áreas relacionadas à comunicação e imagem da marca, enquanto José cuidava da parte de produção, gerência de qualidade e novos produtos. Esta divisão mais apurada das tarefas fez com que o relacionamento entre os dois se mentisse fluído.

Uma boa notícia é que, ao contrário do que muitos imaginam, pesquisas mostram que essa proximidade no trabalho favorece o dia a dia dos casais. Segundo reportagem da Rede Mulher Empreendedora, um estudo realizado pela Universidade do Estado de Utah em parceria com a Universidade Baylor, ambas nos Estados Unidos, dão um incentivo extra ao constatar que esses casais são mais felizes em casa, além de mais produtivos e satisfeitos profissionalmente. O melhor é que o índice de felicidade e satisfação se mostra duas vezes maior quando têm a mesma profissão ou atuam na mesma empresa. Empatia é o segredo: podem compreender melhor o estresse do parceiro com o trabalho, por enfrentarem pressões similares, e podem partilhar conhecimento para ajudar a resolver problemas.

Website: http://www.muskinha.com.br

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação