fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

COVID-19: Carta aberta ao Poder Executivo e Legislativo do Município de Glória

Não, não é uma crítica, mas é uma forma de chamar atenção das autoridades políticas do município de Nossa Senhora da Glória.

Até o exato momento 52 cidades declararam situação de calamidade e Glória não está entre elas, apesar de que aparentemente o Covid-19 está controlado no município que registrou 01 caso desde que a pandemia começou. Assim como em outras cidades, boa parte do comercio parou e duas semanas depois do inicio do isolamento social, algumas pessoas já começaram a gritar por socorro.




Falta mantimentos na casa do eletricista, pedreiro, secretária do lar e principalmente na casa do produtor do leite, nossa principal riqueza e fonte de renda que fez a cidade ficar nacionalmente conhecida como “A Capital do Ouro Branco”.

Existem relatos de que muitos produtores não conseguem vender o leite e uma boa parte tem sido jogado fora e isso tem custado caro para muitos deles, que além de colocar o pão na mesa, com  o lucro  alimentam o gado.

E o que as autoridades políticas fizeram?

Onde o prefeito do município apontou uma solução?

Alguém teve a ideia de reduzir os salários e realocar o valor para ajudar os necessitados?

A prefeitura deveria encontrar uma forma de comprar o leite desses produtores e entregaram para a população, esse é o papel de vocês. O legislativo poderia se reunir, nem que fosse remotamente e se pronunciar ou até mesmo apontar uma solução, afinal a cidade precisa de vocês, chegou a hora de honrarem cada voto conquistado.

Nesse momento além do pânico causado pelo Coronavírus, a fome também assusta. Cestas básicas entregue de casa em casa, para evitar aglomeração seria uma solução plausível, não dá para ficar esperando só pelo governo federal, o município gastaria com o Carnaforró, dá para ajudar a população com esse dinheiro.

Sabemos das dificuldades em relação a justiça, mas aprendemos e entendemos que “QUEM QUER DÁ UM JEITO E QUEM NÃO QUER DÁ UMA DESCULPA”.

Essa é a hora de vocês se posicionarem, o tempo de dificuldade chegou e poderá se tornar ainda mais complicado, se quem deve apontar soluções espere as ideias caírem em seus colos. Estamos juntos nessa guerra.

Maycon Fernandes/jornalista

COMENTE!