Foto: (Reprodução/Facebook)

Uma estudante e modelo de 21 anos foi vítima de racismo na internet. A jovem participou de um ensaio ensaio fotográfico nu e divulgou  as fotos em suas redes sociais. Após a publicação, a  Miss Beleza Negra 2016 Ediane Caetano recebeu comentários racistas. O caso aconteceu no Acre.

Foto: (Reprodução/Facebook)
“Sou obrigado a achar negra dos cabelos de bucha uma lindeza!!”; “Que mulher horrível”.  Os comentários foram feitos na página da modelo no Facebook. Após saber das ofensas, a estudante registrou um boletim de ocorrência na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) e ingressou com uma ação cível contra o internauta.

Ela soube dos ataques somente no dia 11 deste mês, mas eles vinham sendo feitos em dias anteriores. Nas imagens, é possível ver que outros internautas defendem a miss.

“Recebi muitos comentários positivos, mas também vieram os negativos, quando fui hostilizada. Me agrediram de forma brutal. Nunca fui atrás de confusão com ninguém, jamais humilhei ninguém para conseguir o que quis. Fiquei chocada. Mesmo após 130 anos de abolição da escravatura, ainda existe gente com pensamento racista. É inadmissível lidar com essa intolerância no século XXI”, disse Ediane em entrevista ao G1 Acre.

Foto: (Reprodução/Facebook)

Mesmo advertido por outra pessoa de que estava praticando preconceito, o rapaz afirmou: “preconceito não, pós-conceito! É feia igual a você”. Ainda durante a entrevista, a jovem explicou o papel do ensaio. “Fiz esse ensaio para quebrar qualquer tipo de preconceito. Para que as pessoas se aceitem do jeito que são. Não vou baixar a cabeça, é por isso que existe preconceito hoje, porque as pessoas não lutam pelos seus direitos, mas vou lutar pelo meu. Como mulher, mãe e negra me senti ofendida, justamente pelo momento que estou passando [a gravidez]”, lamentou.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

FONTERedação iBahia
COMPARTILHAR