Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Toda a nossa solidariedade a Lucas da Barraca de Capeta

Eu fico triste quando vejo um poço-redondense querendo trabalhar no seu lugar, na sua terra, ter a sua renda do seu suor do seu trabalho, e não poder. Quem deveria garantir esse direito ao acesso ao trabalho e a renda o nega. O prefeito, o secretário, podem ser partidários, mas a prefeitura não. O dono da barraca pode ser partidário por direito, mas o direito ao acesso ao trabalho e renda não.




É lamentável saber que um filho de Poço Redondo deseja colocar uma barraca de bebidas no espaço público da festa, não poder e outras pessoas de fora do município terão esse acesso garantido.

É essa a política pública de geração de trabalho e renda que temos em Poço Redondo?

Fica aqui a minha solidariedade a Lucas e aos outros capeteiros que tiram a sua renda para sobreviver dessa atividade.

Parabéns, Lucas pela coragem e pelo seu trabalho digno. Um dia teremos uma prefeitura que incentive a geração de renda e apoie os pequenos negócios sem essa vergonhosa e abusada cobrança de taxas.

Manoel Belarmino

COMENTE!