Um alerta para os riscos causados pela baixa umidade do ar, comum nesta época do ano, poderá ser emitido pela Defesa Civil do estado de Sergipe pelo interior em áreas sertão.

Segundo o Instituto Clima Tempo, a umidade relativa do ar deve variar entre 25% e 30% nas cidades do semiárido sergipano. Os índices estão na escala de Atenção e se aproximam do estado de classificação de Alerta, situação que é prejudicial para a saúde, que é de 15% a 20%.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, com os níveis de umidade baixos podem ocorrer ressecamentos de pele e garganta, dificuldade para respirar, sangramento no nariz e irritação nos olhos, além de problemas respiratórios mais sérios.

Para alimentação, os estudiosos orientam a população para dar preferência aos alimentos mais leves, como verduras e legumes, evitando frituras e produtos industrializados.

Dentro de casa, a orientação é de que os moradores coloquem vasilhas com água nos cômodos, ou mesmo toalhas molhadas nas janelas. O uso de umidificador de ambiente também é recomendado.

Cidades como Monte Alegre e Poço Redondo são as que devem sofrer mais com a baixa da umidade relativa do ar. Os dois municípios registram índices de 28 e 26%, respectivamente.

A sensação térmica da região já se equipara com a estação do verão, mesmo sabendo que essa só inicia no dia 21 de dezembro. Temperaturas chegam até 38ºC em algumas cidades com pouco vento, poucas nuvens e muito sol.

 

Por Welder Ban – Xodó News

Deixe seu comentário abaixo

Comentários