A gestão da atual prefeita Nena da cidade de Monte Alegre de Sergipe continua descendo ladeira a baixo. Polêmicas e mais polêmicas envolvendo a atual administração vem se acumulando dia após dia.

A mais recente foi manhã da última quarta-feira (11), os motoristas responsáveis por levar os estudantes às escolas da rede municipal da cidade resolveram paralisar as atividades. Os trabalhadores alegam que só retornarão ao serviço caso a gestão efetue o pagamento dos salários dos mesmos que se encontram atrasados.

Hoje a prefeitura divulgou duas notas esclarecendo os fatos, culpando os motoristas e o ex-prefeito Tonhão pela paralisação por falta de pagamento.

Confira as Notas:

NOTA DE ESCLARECIMENTO 1

No último dia 11/10, professores da rede pública municipal de ensino de Monte Alegre, fizeram manifestação em frente a Secretaria de Educação Municipal cobrando a falta no transporte que leva os professores para Escola Municipal Rollemberg Leite, Povoado Maravilha. Diante o fato explica-se que:

Não pararam todos os transportes do município como foi falado no rádio e em redes sócias;

Pararam apenas o transporte que conduzem os professores da sede do município ao citado povoado na parte da manhã e os dois ônibus que transporta os alunos para escola citada.

Por motivo dos motoristas terem feito paralização sem comunicar a administração do município, os mesmos serão convocados pelo promotor para dar explicação do motivo que ocasionou a paralização.

Secretaria de Educação Municipal.

Prefeitura Municipal de Monte Alegre – Governo Participativo!

NOTA DE ESCLARECIMENTO 2

A atual administração vem a público esclarecer que foi deixado de prestar contas da verba entregue ao município do PNATE no valor de R $ 136.878,13 (cento e trinta e seis mil e oitocentos e setenta e oito reais e treze centavos), pela gestão anterior. Devido ao descumprimento e falta de transparência na referida prestação de contas pela gestão anterior, a qual não cumpriu com seu compromisso perante o citado programa, o município vem sendo notificado constantemente pela irregularidade cometida na época, inclusive com alerta de sérias sanções.

O Setor de Controle Interno da Prefeitura realizou este ano (2017), diversas buscas nos arquivos do município e não foram localizados os documentos relativos as despesas do PNATE (Notas de Empenho, Notas de Pagamento, Notas Fiscais e Recibos), relativo aos meses de janeiro a dezembro do exercício de 2014, Janeiro a dezembro de 2015 e Janeiro a dezembro de 2016.

Diante dos impasses supracitados, a Prefeita acionou de imediato e urgente a Assessoria Jurídica do município para que tome as providências cabíveis para que haja a possível e devida penalização para aqueles que faltaram com suas responsabilidades.

OBS: em caso de dúvidas, os documentos do PNATE estão disponíveis no setor jurídico da prefeitura.

Prefeitura Municipal de Monte Alegre – Governo Participativo!

NOTA DE ESCLARECIMENTO 3 (Tonhão Ex-prefeito)

A VERDADE

Informamos que a prestação de contas referente ao transporte escolar é realizada, por lei, de um exercício para o outro. Ou seja, a prestação de contas do ano de 2016 é feita em 2017 já na nova gestão. Mesmo se eu quisesse antecipar, sendo prefeito em 2016, não poderia, porque a lei não me do esse direito.

A pessoa responsável que faria essa prestação de contas pelo escritório de contabilidade que trabalhou em nossa gestão, solicitou a senha do SIGPC, que fica em poder da atual administração, sendo que a prefeita negou a informação. Dessa forma, torna-se impossível prestar contas do exercício de 2016.

Ressalte-se que a gestão anterior não tem responsabilidade nenhuma com a falta de transparência e má vontade dessa atual administração, que insiste em achar culpados e inventar desculpas para os seus erros. Que a verdade seja restabelecida.

Tonhão de Monte Alegre

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.