fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Belivaldo mente, Diz Augusto Nunes

Obrigado a improvisar um álibi depois de pilhado em flagrante delito, o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, caprichou no papel de inocente indignado. “É fake news”, berrou. Mentiroso é quem se nega a enxergar a revogação do direito de propriedade no seguinte trecho do decreto que mantém o estado de calamidade pública em território sergipano: se a medida contribuir para o combate à pandemia de coronavírus, o governador poderá “requisitar bens móveis e imóveis privados, serviços pessoais e utilização temporária de propriedade particular”.

Belivaldo alega que a medida é autorizada pelo governo federal. Autorizar não é sinônimo de obrigar. Os governantes estão dispensados de infiltrar essa monstruosidade inconstitucional em decretos semelhantes. Benivaldo também jura ter apenas reeditado o decreto anterior, que já previa o confisco. Se é assim, está confessando que é reincidente: faz muitos meses que se concedeu o direito de tomar o que é dos outros. Deveria primeiro tentar explicar onde foram parar os bilhões que choveram em 2020. Ou Belivaldo justifica a gastança ou admite que ajudou a engordar o Covidão.

 

por Augusto Nunes

 

 

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação