Eduardo Costa faz parte do grupo de brasileiros que ficou incomodado com as obras de arte expostas no Museu de Arte de São Paulo (MASP) e acabou polemizando ao revelar o que pensa sobre os transgêneros, as pessoas que não se identificam com o sexo que nasceram. Em postagem recente no Instagram, o sertanejo publicou uma foto de uma exposição do local e escreveu aquele textão para criticar, citando até o “capeta”.

“Será mesmo que isso é arte? Ou será Jesus voltando? Parece que o capeta tá morando no museu de arte de São Paulo e resolveu ensinar arte pra criancinhas. Eu jamais deixaria minha filha nem ver uma foto dessas, quanto mais ir numa desgraça dessas. Ideologia de gênero, você sabe o que é isto? Então, responda aqui nos comentários. Querem fazer meninas virarem meninos e meninos virarem meninas. Uma putaria só. É o fim da picada. Tem lógica, não. Tô de cara. De cara mesmo”, escreveu.

O desabafo, no entanto, rendeu uma série de críticas, até que o cantor resolveu apagar a publicação.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR