fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Homem que tramava a morte de um juiz sergipano é morto pela polícia

Um homem, apontado pela polícia como autor de um plano para executar um juiz de Direito sergipano, foi morto numa troca de tiros com policiais da Delegacia de Aquidabã. O fato ocorreu por volta das 4h30 desta sexta-feira, 16, na zona rural do município de Capela (SE).

De acordo com o delegado de Aquidabã, Wanderson Bastos, o homem, cujo nome não foi divulgado pela polícia, estava dentro de casa, numa chácara de um povoado de Capela. Ao ouvir a ordem de prisão, saiu do imóvel já atirando contra os policiais que haviam seguido com o delegado para o cumprimento judicial de um mandado de prisão.

Ele ainda foi levado a um hospital próximo, mas não resistiu. O delegado disse que ele agia com um comparsa que ainda não foi sequer identificado.

O delegado não informou o nome do juiz que seria alvo da execução. Segundo Wanderson Bastos, para não deixar o magistrado em situação de vulnerabilidade, bem como pelo fato de o processo seguir em sigilo.

Com o infrator, que tem passagem pela polícia por tentativa de homicídio no município sergipano de Areia Branca, foram encontradas três armas de fogo, sendo um revólver calibre 32, que ele usou para atirar três vezes contra os policiais, uma garrucha e uma espingarda.

“Segundo o que apuramos em inquérito policial, o suspeito dizia ter armas em casa, com as quais tentaria atingir o magistrado. Desse modo, obtivemos um mandado de busca, expedido pelo Fórum de Capela, e fizemos um cerco na casa do infrator. Por conta do barulho feito por um cão, o suspeito gritou de dentro da casa perguntando quem estaria do lado de fora. Respondemos que era a polícia e que ele deveria sair com as mãos para cima. O infrator já saiu atirando em nossa direção. Assim, precisamos revidar e ele foi atingido”, detalhou o delegado.

O procedimento será comunicado ao Ministério Público e ao Poder Judiciário em Capela.

Fonte: F1

COMENTE!