O meteorologista Overland Amaral destacou nesta terça-feira (15) que o inverno na região Nordeste, especialmente em Sergipe, está sendo o mais frio e chuvoso dos últimos seis anos.

Segundo ele, as condições climáticas deste inverno estão acima do normal e ultrapassaram as médias históricas para o período, mesmo antes do inverno ter começado.

“As chuvas tiveram início, na verdade, desde o final do mês de abril, conforme a nossa previsão climática. De lá para cá, as chuvas têm sido excedentes em mais de 20%. Em maio, o excedente foi de mais de 50%; junho 50%; e julho também em torno de 50%. Estamos em agosto, último mês de contribuição de chuvas para o estado. Mas esse mês também tem seu índice pluviométrico semelhante a abril. Na região do Litoral, adentrando o Agreste, nós temos um índice pluviométrico acumulado de 800 a 1100 milímetros (mm) até julho, extremamente acima da média; da região Agreste para o Sertão, está em torno de 400 a 800mm; e no Alto Sertão de 400 a 550”, explicou o coordenador do Centro de Meteorologia, Overland Amaral.

Ainda segundo Overland, as chuvas deste inverno foram suficientes para o reabastecimento dos recursos hídricos, em especial dos açudes e barragens. “Essas barragens que têm uma dupla utilização, tanto para a agricultura quanto para abastecimento humano, estão plenamente cheias e devem continuar assim até o final do inverno. Para a agricultura não teve ano melhor do que esse, porque houve chuvas suficientes para o desenvolvimento, principalmente, das culturas tradicionais como milho e feijão e se espera que tenhamos uma grande safra decorrente desse inverno chuvoso”.

Temperaturas
As temperaturas também apresentam índices menores com relação aos anos anteriores, com médias entre 14ºC e 18ºC nas regiões mais elevadas do interior, como Agreste e Alto Sertão. “Hoje, em Aracaju, por exemplo, as temperaturas mínimas estão entre 20ºC e 21ºC. Normalmente, as temperaturas mínimas no litoral ficam em 24ºC e 25ºC. Isso vai continuar durante todo o mês de agosto, decorrente de circulações de frentes e de ventos frios que chegam do Sul. Essa chuva de hoje é típica de inverno, de escoamento de frente que chega a nossa região. A instabilidade continuará até o final do mês”, diz.

Via G1

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Músico,Jornalista, Repórter do Programa Voz da Cidadania..