fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Monte Alegre: Com salários atrasados, servidores paralisam atividades desencadeando uma verdadeira crise

A imagem acima mostra bem a situação pelo qual passa o município de Monte Alegre de Sergipe, onde a palavra “crise” está sendo usada para justificar a falta de planejamento de uma péssima gestão que em menos de 13 meses, já aparenta está totalmente desgastada e até salários atrasados já é uma realidade.

Mais de 90 trabalhadores  ainda não receberam salários de dezembro de 2017, causando assim muita decepção e transtornos na vida de funcionários que sem dinheiro não pagam as contas prejudicando até comercio local.

Segundo informações na última sexta-feira 12/01, o Sindicato dos Servidores Públicos de Monte Alegre (SINTEGRE), filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), realizou assembleia geral onde foi aprovado por unanimidade uma paralisação de protesto com todas as categorias de servidores municipais na próxima quinta-feira, dia 18/1.

Os trabalhadores que são ligados a área da educação  e estão com salário atrasado, iniciaram a paralisação hoje 16/01 , com duração até a sexta feira.

O Presidente do Sindicato SINTEGRE, Pedro Silvino da Costa afirmou em entrevista divulgada no site da Cut-Se, que o motivo da mobilização é simplesmente pressionar o pagamento do salário atrasado.

“Estamos vendo que a gestão da prefeita Nena de Luciano (Marinês Silva Pereira Lino – PLB) não tem planejamento. Se existe o recurso federal Fundeb 40%, destinado aos trabalhadores da educação, nada justifica que estes trabalhadores tenham que passar o Natal e o Ano Novo sem o salário de dezembro”.

Ainda segundo Pedro, a prefeita tenta se justificar na “crise”, pois segundo ela o município está com dificuldade financeira, pois houve queda na receita e etc… Por este mesmo motivo apresentado, ela se reuniu com a equipe e planejaram que até o dia 10 de janeiro todos os servidores de Monte Alegre receberiam o salário de dezembro.

“Esse acordo não foi cumprido então estamos construindo essa paralisação. Os trabalhadores têm direitos e vamos pressionar para que o nosso direito seja cumprido”.

Ainda segundo informações, outras categorias a exemplo dos professores estarão apoiando toda a mobilização.
Fonte: cut-se

Izaque Vieira / Redação Portal Sou De Sergipe

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação