A Polícia Civil de Sergipe, por meio da Delegacia de Campo do Brito, concluiu a investigação da morte da professora Ivânia Santana de Oliveira, 45 anos, que foi executada a tiros, no dia 12 de setembro, na porta do colégio onde trabalhava.

Segundo a polícia foram presos Jackson Douglas Passos Carvalho, namorado da vítima, e Fábio Almeida Santana, respectivamente nas cidades de Itabaiana e Aracaju. Nas investigações, ficou evidente que a principal motivação foi o final do relacionamento entre a professora e Jackson. No carro da vítima, foram encontradas várias roupas de Jackson.

Ainda de acordo com a polícia a relação entre a professora e Jackson era bastante conturbada e não tinha a aprovação de familiares.

A delegada responsável pelo caso, Michelle Araújo vai participar de uma coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (21) para apresentar detalhes da investigação.

Fonte: G1/Se

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.