fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

VEREADOR JOÃO DE BEBÉ EM: O Auto da Compadecida, uma comédia nada engraçada

O filme mostra as aventuras de João Grilo e Chicó, dois nordestinos pobres que vivem de golpes para sobreviver. Eles estão sempre enganando o povo de um pequeno vilarejo no sertão da Paraíba, inclusive o temido cangaceiro Severino de Aracaju, que os persegue pela região. Somente a aparição da Nossa Senhora poderá salvar esta dupla.

Quem nunca “chorou de rir” com essa comédia brasileira, talvez a melhor de todos os tempos. No município de Gararu, mais precisamente na Câmara de vereadores parece que a história se repete, só que com um roteiro diferente.

Vamos conhecer João de Bebé (João Grilho), foi eleito vereador em 2012 pelo PR com 448 votos (3° mais votado daquela eleição) e em 2016, mais uma vez ficou em terceiro lugar com 498 votos.  Muito carismático João sempre lutou para alcançar patamares mais elevados em sua vida pública, em 2016 até foi cogitado para ser vice se alguma chapa porém o “João Grilo de nossa história não obteve sucesso.

Nosso João Grilo nunca apresentou um projeto de grande relevância em todos os seus mandatos, mas um feito ficará marcado em sua trajetória política, daqui a pouco contarei esse GRANDE feito.

Vereadora Valquiria de Guido será a nossa “Compadecida”

Eleita pelo PMN, natural de Alagoas com 445 votos ficou em 5° lugar no geral do último pleito, “nossa compadecida” vem de família tradicional no município de Gararu, Valquiria iniciou sem mandato como “qualquer” outro parlamentar sem experiência, porem um fato mudou a vida de nossa Compadecida. (Mais a frente irei falar o porquê ela ganhou esse personagem).

A vereadora cansou de ser boazinha e resolveu sair da bancada de situação para ajudar a oposição, foi um tempo tenso, pois nossa compadecida recebeu até ameaças por ter saído da base da prefeita.

Chegou a vez de Chicó (Não sei, só sei que foi assim)

Um sonhador. É assim que muitos viam o vereador Roque quando o mesmo falava em disputar eleições, sem grande expressão só lhes sobrava as histórias que eram contadas para angariar votos e foi assim que ele conseguiu 394 votos 6° lugar no geral.

Dizem que tem gente que age em São Mateus como o temido cangaceiro Severino de Aracaju, que vem atuando “na moita”, para derrubar a prefeita que está nessa história, só que dessa vez como coadjuvante, será mencionada apenas aqui.

“Fico presidente, não fico presidente” (Tô rico, Tô pobre)

Nosso João Grilho é bastante esperto, foi eleito presidente da Câmara de Vereadores e como na história do verdadeiro personagem do filme, não ia dar o bolo a qualquer um que pedisse.

A eleição para a presidência da Câmara de Vereadores estava marcada conforme edital para a próxima sexta-feira (09), a eleição teria apenas uma chapa encabeçada por João de Bebé (João Grilo) porém para a surpresa de todos diferentemente do que aconteceu no roteiro do filme original, a compadecida (vereadora Valquiria) abandonou o João Grilo. Sabendo que não teria a compadecida ao seu lado, João Bebé apelou para seu amigo o Chicó (Vereador Roque), que protocolou um requerimento para cancelar a sessão, se perguntarem a Chicó  o porque ele protocolou esse requerimento ele certamente dirá: “Não sei, só sei que foi assim”.

A Compadecida resolveu mudar de lado e deixar de ser Co-protagonista para ser a peça principal dessa comédia que de engraçada não tem nada. A parlamentar resolveu montar uma outra chapa na oposição, para concorrer com João Grilo digo João Bebé.

E agora? Fico presidente, não fico presidente, Fico presidente, não fico presidente. É joão, não está fácil para ninguém.

                                                                        Em breve novos capítulos.

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE
COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação

Política de Privacidade e Cookies