fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

ZEISS alerta para cuidados com a saúde dos olhos durante a pandemia

Brasil 12/7/2021 –

Redução no número de consultas e diagnósticos, agravamento de doenças já existentes, crescimento de novos casos de miopia, além de queixas de vista cansada dor de cabeça e insônia, são alguns dos efeitos da pandemia na saúde ocular do brasileiro

Celebrado em 10 de julho, o Dia Mundial da Saúde Ocular chama a atenção para a importância dos cuidados com a visão e a prevenção de doenças oculares, sobretudo no cenário atual. Com a pandemia de Covid-19, muitas pessoas colocaram a saúde dos olhos em segundo plano, adiando a consulta ao oftalmologista e, consequentemente, o tratamento para eventuais problemas. Para se ter uma ideia do quadro, segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia¹ (CBO) aproximadamente 1,6 milhão de exames para diagnóstico de glaucoma, segunda maior causa de cegueira no mundo, por exemplo, deixaram de ser realizados somente no Sistema Único de Saúde (SUS) desde que a pandemia começou no país.

Além disso, a pandemia levou à adoção do home office e do homeschooling. Com isso, as pessoas aumentaram o número de horas em frente a computadores, celulares e tablets, e consequentemente estão muito mais expostas à luz azul emitida por esses dispositivos digitais. “A luz azul é nociva à visão e pode gerar desde desconfortos como vista cansada, vermelhidão e queimação, dores de cabeça, cansaço e dificuldade para dormir, até problemas mais graves”, salienta Marcelo Frias, diretor de Marketing Latam da alemã ZEISS, referência mundial em tecnologia voltada à saúde ocular.

De acordo com a American Optometric Association, o cansaço visual é uma consequência direta da utilização prolongada de dispositivos digitais. Chamada de “vista cansada digital”, ou “síndrome da visão computacional” (SVC), a condição pode atingir pessoas em qualquer idade. Estudo realizado pelo laboratório de ciências da ZEISS Vision revela ainda que 70% das pessoas usam vários dispositivos digitais simultaneamente, o que afeta diretamente o seu padrão visual.

Nesse cenário, os óculos surgem como uma alternativa para ajudar a reduzir a sensação de vista cansada enfrentada por quem passa horas em frente aos eletrônicos. “Usamos nossa expertise e DNA tecnológico para desenvolver soluções que atendam às demandas da sociedade moderna, constantemente conectada. Assim, desenvolvemos duas tecnologias inovadoras, que garantem proteção e conforto visual aos consumidores, as lentes SmartLife e as Digital Shield”, explica Frias.

Fabricadas a partir da mais moderna tecnologia e únicas do mercado a considerar os movimentos dos olhos no universo digital, as lentes ZEISS SmartLife oferecem visão nítida, clara e confortável, para aliviar a superexposição aos dispositivos digitais e o cansaço visual decorrente da rotina diária. O desenvolvimento dessas lentes considera as necessidades de cada pessoa, seu perfil comportamental e idade, pois a fisiologia do olho muda com o envelhecimento. Elas combinam a tecnologia ao grau corretivo específico e preciso que cada usuário necessita. O resultado é um par de óculos personalizado, otimizado para o estilo de vida on-line, que diminui a sensação de vista cansada.

E para quem passa muito tempo em frente às telas, mas não precisa de óculos de grau, as ZEISS Digital Shield, desenvolvidas exclusivamente para bloquear a luz azul dos dispositivos eletrônicos e preservar os olhos, são a solução ideal. Aliando a tecnologia à saúde ocular de não usuários de óculos, as lentes Digital Shield podem ser utilizadas por qualquer pessoa, sem contraindicações ou necessidade de receita oftalmológica.

Além de lentes de qualidade, outros fatores fundamentais ajudam a garantir uma boa visão. De acordo com a Dra. Alessia Braz, oftalmologista membro da Academia Americana de Oftalmologia e diretora clínica da Univi – centro oftalmológico especializado no diagnóstico e tratamento de doenças oculares, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado, associados à conscientização da população, são a melhor forma de prevenir a cegueira e outras doenças oculares, que muitas vezes são silenciosas e, consequentemente, diagnosticadas quando em estado avançado ou até irreversível.

“Apesar de extremamente importante para o dia a dia das pessoas, a saúde ocular costuma ser negligenciada. As pessoas tendem a procurar o oftalmologista somente quando identificam algum problema de visão, como dificuldade para ler, por exemplo, o que faz com que, muitas vezes, as doenças sejam diagnosticadas já em estágio avançado. A pandemia agravou ainda mais esse cenário, pois muitas pessoas ficam com medo de sair de casa e acabam abrindo mão da saúde ocular, mesmo quando já identificaram algum problema ou foram diagnosticadas e precisam de tratamento – o que pode agravar problemas ou até torná-los irreversíveis. É muito importante que as pessoas consultem o oftalmologista periodicamente e sigam as orientações para garantir a saúde ocular”, ressalta a médica.

Cuidados diários que beneficiam a saúde e ajudam a prevenir doenças oculares:

1. Realizar um exame oftalmológico completo periodicamente: é essencial consultar regularmente o oftalmologista, ao menos uma vez ao ano. Começar a sentir fadiga ocular pode ser um sinal de que está na hora de agendar uma nova consulta;

2. Fazer pausas regularmente durante o trabalho ou estudo: o ideal é parar para relaxar os olhos a cada 20 minutos, mantendo-os fechados por 20 segundos e olhar para distâncias variadas por algum tempo. Os intervalos “20-20” são preciosos, pois é preciso lembrar ao cérebro a necessidade de olhar para todas as distâncias.

3. Piscar sempre para evitar olhos ressecados: ao usar o computador ou o smartphone, tende-se a piscar menos e a não se fechar completamente as pálpebras. Piscar umedece os olhos e evita que ressequem e fiquem irritados.

4. Umedecer os olhos: algumas pessoas sofrem de ressecamento nos olhos. Nesses casos, deve-se procurar um oftalmologista para avaliar a necessidade de colírios lubrificantes. Mas atenção, os colírios devem ser usados com orientação médica e sem excesso.

5. Limitar o tempo em frente às telas: a exposição excessiva à luz azul nociva emitida por eletrônicos pode gerar desconfortos como vista cansada, vermelhidão e queimação nos olhos e dores de cabeça, por isso, é fundamental limitar o tempo em frente às telas. Outro ponto importante é fazer uso de óculos com proteção contra a luz azul, que ajudam a evitar os desconfortos e a proteger os olhos.

¹ dados publicados pela Agência Brasil em 20/05/21

Website: https://www.zeiss.com.br

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação