outubro26 , 2021

    Acusado de atropelar companheiro da ex-mulher é condenado a 12 anos de prisão

    Veja também

    URGENTE: Motorista de ambulância sofre atentado no município de Maruim

    De acordo com informações, na manhã desta terça-feira, um...

    Polícia Civil inicia investigações sobre supostos maus-tratos contra animais em Aracaju

    Após denúncias encaminhadas à Delegacia de Proteção Animal e...

    Preços de gasolina e diesel aumentam hoje nas refinarias

    Os preços da gasolina e do óleo diesel vendidos...

    Foram registrados 18 novos casos de Covid-19

    A Secretaria de Estado da Saúde, através do boletim...

    COMPARTILHE

    - Advertisement -

    Na noite de segunda-feira (11), Enersson Miller de Souza foi condenado a 12 anos de reclusão por homicídio duplamente qualificado e um ano de prisão por conduzir o veículo embriagado e sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Ele era suspeito de atropelar e matar Moisés Bispo dos Santos em 2014. Familiares disseram que ele vai recorrer em liberdade.

    De acordo com as investigações, houve uma discussão entre o acusado e a vítima, que na época era companheiro da ex-mulher de Enerson. Depois de deixar o bar, Moisés teria sido perseguido e atropelado por Enerson em uma avenida no Bairro Luzia, Zona Sul da capital. Moisés foi levado ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), mas não resistiu aos ferimentos.

    Enerson respondia o processo por homicídio doloso em liberdade. Ele ainda chegou a ser preso no dia do crime, depois de ter perdido o controle do veículo e batido contra o muro da polícia federal.

    A defesa confirmou que o cliente tinha bebido e estava sem habilitação, mas sobre o atropelamento afirmou que foi um acidente e que o cliente não tinha intenção de matar. Em relação à sentença, a defesa ainda não se pronunciou.

    - Advertisement -

    Com informações do G1