FORTALECIMENTO

Geninho de Zé de Dé e Júnior Farias se caminham para uma posição política diferente em Monte Alegre. Os dois têm se fortalecido e recebido apoio de outros vereadores, a exemplo de Betinho e Lidiane de Zé Almeida.

O QUE ESPERAR?

A princípio, a união diz respeito aos trabalhos na câmara de vereadores. No entanto, o que se percebe é que pode surgir um novo agrupamento político que deve elevar o nome de Júnior como candidato a prefeito nas próximas eleições.

JUNTOS E MISTURADOS

Essa união tem balançado as estruturas da política local e diverge a opinião de críticos. Primeiro que a amizade de Zé de Dé e Osmar Farias, pais dos dois vereadores, teve ao longo da história um conflito de ideologias de partidarismo local.

Segundo que eleitores considerados bicudos e abelhas da ‘nata’, ou seja, raiz, sustentam um pilar de que não é possível um se misturar ao outro por conta de farpas, fiascos e cicatrizes que ficaram marcadas nos anais da história política de Monte Alegre.

VAI DECOLAR?

Há uma incógnita que paira sobre a possibilidade de um grupo que possa lançar uma terceira via e ganhar a eleição. Não há como prevê de maneira precisa, mas as eleições do próximo ano devem dar um rumo diferente as especulações que surgem diante do que se vê atualmente.

CONSPIRAÇÃO

Há quem diga que tudo não passa de uma estratégia para enfraquecer determinado grupo político e mais, uma conspiração contra o presidente da Câmara, Acrísio Pereira, e seu novos aliados. Já falaram até em ciúmes de liderança. Eu hein?

AS PAREDES TÊM OUVIDOS

Uma abelhinha contou a este colunista que o vereador Júnior não gosta de ser citado em matérias desse tipo. Só que a opinião deste jornalista independe da vontade dele e afirma que o parlamentar do PR não sabe fazer política, nem tão pouco acredita que Júnior será candidato a prefeito nas próximas eleições. Estou pagando para ver!

MOSTRAR AS UNHAS

Se esse grupo quer peitar uma eleição majoritária, que já comece a declarar isso pela cidade sem deixar subtendido. O que se houve é que fulano não saiu do grupo, mas sim da bancada e coisa e tal. Esconder-se atrás das palavras faz mal até a si a mesmo. Vamos dar a cara pra bater, ora!

Welder Ban | Panorama Político
Uma análise da política sergipana como ela deve ser: sem censura.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Jornalista DRT/SE 1794, Locutor e Apresentador da Xodó FM 89,9 e 88,5; Bacharelando em Direito.