Tramita na 28ª Zona Eleitoral de Canindé o processo Nº 0000453-47.2016.6.25.0028 em que O Ministério Público Eleitoral pede a cassação do diploma do prefeito de Poço Redondo, Ademilson Chagas Júnior, Júnior Chagas do PRB.

O prefeito está sendo acusado de captação ilícita de sufrágio, abuso de poder econômico, arrecadação irregular de receitas e gastos ilícitos que foram supostamente cometidos durante campanha eleitoral.

A última movimentação do processo ocorreu esta semana com mandados de citação e intimação entregues ao oficial de justiça. Até o momento o juiz da comarca de Canindé, ainda não divulgou decisão monocrática, mas o que se sabe é que pode ocorrer nas próximas semanas.

Vale lembrar que, caso o prefeito venha sofrer pena de perda do diploma, ele ainda por recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral.

O prefeito, por sua vez, em entrevista ao Jornal da Xodó, informou que ainda não recebeu nenhuma notificação da justiça, mas que está tranquilo quanto à ação do Ministério Público.

Júnior afirmou que o processo não será julgado ao seu desfavor e finalizou dizendo que não passava de articulação da oposição que não se conforma com a derrota.

Welder Ban – Apresentador do Jornal da Xodó

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Jornalista DRT/SE 1794, Locutor e Apresentador da Xodó FM 89,9 e 88,5; Bacharelando em Direito.