fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Policiais Civis de Glória prendem em flagrante por tráfego de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Um dos maiores distribuidores de drogas do bairro COHAB, juntamente com um dos seus compassas

A equipe de policiais da Delegacia Regional de Nossa Senhora da Glória, em operação coordenada pelo Delegado Eurico Nascimento, lograram êxito prender em flagrante o nacional Gean Carlos dos Santos Silva, vulgo GILBERON, 22 anos de idade. O dito traficante tinha assumido o comando do tráfico no conjunto COHAB, após o assassinato do seu comparsa conhecido por “ALAN DE FEIRA NOVA”, ocorrido há cerca de 3 meses.

Durante investigações, a equipe de capturas passou a monitorar GILBERON, onde foi avistado por um dos agentes, portando uma arma de fogo. Toda equipe de policiais civis foi mobilizada, mas ao perceber a movimentação de viaturas, GILBERON entregou sorrateiramente a arma e razoável quantidade de entorpecente (50 gramas de maconha prensada e 62 pedras de crack) a um dos seus comparsas e distribuidores, o qual escondeu tudo dentro de uma caixa d’água de uma residência.




Diligências foram incansavelmente empreendidas e Gilberon foi localizado em poder de um pino de cocaína, razão pela qual a equipe se deslocou a residência do mesmo onde foi encontrado uma balança de precisão. Ciente da residência em que Gilberon possuía na cidade de Nossa Senhora das Dores parte da equipe se deslocou até la e apreendeu dois tabletes de maconha prensada cada um pesando um 1 KG e mais um tablete com quase duzentas gramas. Foi encontrado ainda material de embalagem e uma agenda com anotações do tráfico.

Val ressaltar que a outra equipe policial encontrou também o dito comparsa de Gilberon, que foi preso após a invasão de diversas residências na tentativa de se evadir do distrito da culpa, o mesmo foi qualificado como sendo Ítalo dos Santos, alcunha “Nê”, 18 anos de idade, que apontou a droga e a arma escondida na caixa d’água.

Na sede da Delegacia Regional de Polícia a autoridade policial que coordenou a operação exitosa corroborou a voz de prisão dada e lavrou o auto de prisão em flagrante delito em desfavor dos dois conduzidos que permanecerão custodiados, à disposição do Judiciário.

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação

Política de Privacidade e Cookies