Não renunciarei, sei da correção dos meus atos

 O presidente Michel Temer afirmou em pronunciamento nesta quinta-feira (18) que não irá renunciar, mesmo diante de todas as acusações que vem sofrendo desde ontem

No início da tarde de hoje (18), o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, abriu um inquérito contra o presidente a pedido da Procuradoria-Geral da República.

Os donos da JBS, Joesley Batista e seu irmão Wesley Batista, gravaram uma conversa em que o presidente Michel Temer supostamente dá aval para a comprar o silêncio do deputado Ex-Eduardo Cunha, preso na Operação Lava Jato.

A matéria veiculada no Portal Soudesergipe hoje creditada ao jornal O Globo, informava que o presidente renunciaria ainda hoje, mas em tom de prepotência Temer afirmou por duas vezes que não irá renunciar.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR

Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.