Não renunciarei, sei da correção dos meus atos

 O presidente Michel Temer afirmou em pronunciamento nesta quinta-feira (18) que não irá renunciar, mesmo diante de todas as acusações que vem sofrendo desde ontem

No início da tarde de hoje (18), o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, abriu um inquérito contra o presidente a pedido da Procuradoria-Geral da República.

Os donos da JBS, Joesley Batista e seu irmão Wesley Batista, gravaram uma conversa em que o presidente Michel Temer supostamente dá aval para a comprar o silêncio do deputado Ex-Eduardo Cunha, preso na Operação Lava Jato.

A matéria veiculada no Portal Soudesergipe hoje creditada ao jornal O Globo, informava que o presidente renunciaria ainda hoje, mas em tom de prepotência Temer afirmou por duas vezes que não irá renunciar.

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Músico,Jornalista, Repórter do Programa Voz da Cidadania..