fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

RAPIDINHAS DA POLÍTICA: O dia ruim de Luciano e a missa de corpo ausente de Valmir

DIA RUIM

A terça-feira não foi muito boa para o deputado estadual Luciano Bispo.

Por 6 votos a 1, o pleno Tribunal Superior Eleitoral indeferiu o registro da candidatura do presidente da Assembleia Legislativa, que segundo o TSE, Luciano só poderá atuar como parlamentar até o dia 31 de dezembro.

O motivo do indeferimento, foi em relação a uma condenação por improbidade, quando Luciano Bispo era prefeito de Itabaiana.

A SAGA DE TALYSON

O TRE deverá julgar um dos embargos do deputado estadual (eleito) Talyson Costa (PR), nessa quarta-feira (14). A procuradora Eunice Dantas já pediu ao tribunal o não conhecimento dos embargos de declaração.

A saga de Talyson começou dias após os resultados das eleições deste ano. Desde então o clima de incerteza paira sobre o município de Itabaiana em relação ao filho de Valmir.

Será que Talyson conseguirá a façanha de não assumir, mesmo sendo o deputado mais votado do estado?

E POR FALAR NO FILHO…

Aconteceu na noite da última terça-feira (13), um terço organizado pelos familiares do prefeito Valmir de Francisquinho, que contou com a presença de uma multidão.

O ato traz a discussão o endeusamento de políticos e a desmoralização do trabalho da polícia. Isso é simples:

Cometeu crime? Cadeia.

Não cometeu? Continue livre.

É apontado como melhor prefeito do estado e cometeu crime? Continue preso.

É apontado como melhor prefeito do estado e não cometeu crime? Seja livre.

O ato de ontem lembrou a “missa” que o ex-presidente Lula, preso por corrupção fez para sua falecida esposa. A diferença é que um pôde participar e o outro não.

Já pensou se essa “moda” pega? Teríamos atos religiosos todos os dias.

A campanha já começou, #valmirlivre

ELEIÇÕES 2018 CONTINUAM

“Valadares Filho não lidera nada”, “Valadares Filho não manda em nada. É pau mandado do pai. Ele não decide nada, é um joguete nas mãos do pai”.

Essas foram as palavras usadas por André Moura em recente entrevista a uma rádio. No entendimento do atual líder do governo, os dois foram os maiores derrotados no pleito desse ano.

André teve um pouco mais de 80 mil votos que Valadares (Pai) e isso o deixa credenciado como oposição, mas o deputado deixou claro que não irá ser radical.

Maycon Fernandes/Jornalista DRT 0002304/SE

COMENTE!