Que a feira livre de Nossa Senhora da Glória é desorganizada? Isso é sabido, mas as reclamações dos feirantes chegaram a um nível crítico no último sábado (27).

De acordo com os próprios feirantes a desorganização vem de muitos anos e dessa vez os mesmos resolveram se manifestar não pagando a taxa, alegando que receberam apenas uma visita do secretário e que a taxa foi reajustada recentemente.

Além da falta de higiene, existe uma espécie de “gambiarra” na iluminação, além dos vários buracos no teto do Centro de Abastecimento. “Queremos mais organização, não estamos aqui para tirar o direito de venda de alguém, mas queremos que as pessoas tenham como transitar e poder comprar suas coisas com mais conforto”, disse um dos feirantes.

Confira a nota que um deles deixou:

Nós, feirantes de Glória decidimos na data de hoje, dia 27 de maio, não pagar o imposto cobrado pela prefeitura. A prefeitura aumentou a taxa que pagamos e não está organizando a feira. Eles vieram organizar uma vez, mas depois disso, não apareceram mais. Nós aqui dentro do mercado, não vamos pagar a taxa, até que a prefeitura tome uma providência. Eles deixam a feira por conta e ainda aumentam a taxa. Essa situação não é recente. O secretário “Dijalci”, fez uma visita uma vez e alegou não tomar providências imediatas, porque o pessoal que está vendendo fora do mercado, são pais de família. Mas, e a gente como fica? A prefeitura chegou até a cobrar a taxa ao pessoal que está “bagunçando” a feira. Se eles cobraram taxa, então não vão resolver a situação. Vender verdura fora do mercado é proibido, mesmo assim, encontramos verduras lá fora. Eles colocam cestos, carrinhos, entre outros, na passagem das pessoas. A feira fica bagunçada e isso prejudica à nós, feirantes que estão dentro do mercado. Eles podem vender sim, mas dentro do mercado, como todos nós.

Maycon Fernandes/Reportagem Soudesergipe

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Músico,Jornalista, Repórter do Programa Voz da Cidadania..