Na manhã desta quinta-feira, 22, foi realizada uma coletiva de imprensa na sede da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-SE) para apresentar os presos, acusados de envolvimento em um latrocínio que vitimou uma criança de 11 anos. O crime aconteceu no dia 31 de dezembro do ano passado, em Itabaiana. Os dois presos foram identificados como Djeyson Gomes Rezende, popularmente conhecido como “Ralado”, 23 anos, e seu comparsa Maxwell Santana Meneses, 25 anos.

De acordo com as investigações, os dois suspeitos encontravam-se em posse de armas de fogo e se prepararam para roubar uma motocicleta as margens da BR 235. No momento do crime, Djeyson reconheceu o condutor do veículo e realizou o primeiro disparo vindo que atingiu o braço esquerdo da vítima.

O delegado Fábio Santana, responsável pelas investigações, informou que o autor do crime possui grau de parentesco com o dono da moto, e por isso o suspeito optou por acabar com a vida do condutor do veículo.

O segundo disparo teria sido efetuado por Maxwell, que atingiu a criança. A menina foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

O delegado informou, que os dois envolvidos negaram a autoria do crime mas outros indícios, além do reconhecimento da vítima, certificam os suspeitos como sendo os autores do latrocínio.

Djeyson responde a processos por roubo e porte ilegal de arma de fogo; enquanto Maxwell responde a processos por roubo majorado (com violência). Ambos são egressos do sistema prisional.

Com informações: SSP/SE

Related Posts

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR
Músico,Jornalista DRT 0002304/SE, Repórter do Programa Voz da Cidadania e apresentador do Programa Expressão Livre.