fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Vereadoras tentam defender feirantes e são chamadas pelo presidente da casa de anti-diplomáticas

As sessões na Câmara de Vereadores de Nossa Senhora da Glória muitas vezes têm sido um tanto quanto monótonas. A grande maioria dessas sessões a tribuna tem sido usada para elogiar o prefeito do município ou algum secretário.

Durante a sessão da última terça-feira, (28), a vereadora Ariele Cruz fez uso da tribuna para indagar sobre uma reunião que foi feita com os feirantes para organizar a feira livre do município.

Na sua fala a vereadora falou do medo de algumas feirantes de perder seu ponto. “ Infelizmente vai haver um sorteio que pode tirar o direito de pessoas que trabalham no Ceasa, que estão ali há mais de 10, 15, 20 anos e é lamentável a gente ver o desespero dessas feirantes, pois será feito um sorteio e não é justo os feirantes de Glória perder a vez para os de fora”. Disse a parlamentar durante sua fala.

Era visível a emoção nos olhos das feirantes que acompanhavam a sessão no plenário, algumas choravam copiosamente.

A vereadora Tita pediu a parte e também defendeu as feirantes do município e pediu respeito em relação a prioridade dos feirantes de Nossa Senhora da Glória. Tita ainda falou sobre o modo arrogante do prefeito ao falar com os feirantes.

Já o presidente da Câmara disse que se sentia sensibilizado com os feirantes, porém chamou a atenção das vereadoras que se manifestaram a favor dos feirantes que residem no município, chamando aquele ato de anti-diplomático com o prefeito.

Astrogildo entendeu que a palavra ARROGANTE foi pesada, durante a sua fala o parlamentar defendeu abertamente, como se estivesse agindo como advogado do prefeito.

OPINIÃO DO JORNALISTA

Os vereadores têm o papel de aprovar os gastos e fiscalizar as ações da prefeitura do município em que legislam e não de advogar em favor do gestor.

Os feirantes do município têm direito de ficarem chateados e tristes com a situação e o modo em que foram tratados.

Quem esteve na reunião sabe que sim, foram tratados com arrogância.

E a LIBERDADE DE EXPRESSÃO não pode ser violada, quando a fala atinge um prefeito, um vereador, um presidente ou qualquer outra pessoa desde que haja respeito.

E DESDE QUANDO ACHAR A FALA ARROGANTE DE UM POLITICO é anti-diplomático?

A câmara ainda é a casa do povo e não um escritório de advocacia da gestão.

Agir com diplomacia é ter respeito pelo próximo, sabendo lidar de modo pacífico perante diferentes situações e comportamentos. … O sentido figurado da palavra diplomacia consiste na habilidade que determinada pessoa possui de conduzir as relações interpessoais e de resolver conflitos pessoais.
COMENTE!