Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Comitê de Crise avalia necessidade de novos reservatórios para petróleo recolhido

O petróleo recolhido em praias do litoral sergipano está sendo levado para uma reservatório da Petrobras no município de Carmópolis (SE), numa região conhecida como Alto do Jericó. Em entrevista ao Jornal da Fan, o membro do Comitê de Crise e secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto, informou na manhã desta terça-feira, 8, que o grupo já avalia a necessidade de encontrar novos reservatório para acumular o produto.

Saiba mais sobre o Plano de Dieta eficaz

“Se o aparecimento de óleo continuar acontecendo como nas últimas semanas, certamente precisaremos de mais locais para armazená-lo temporariamente. No momento em que isso for necessário aguardamos um posicionamento da Petrobras. A estatal é que deve ser responsável por esse trabalho”, destacou.




De acordo com o secretário, mais de 50 toneladas do óleo já foram recolhidas. Equipes estão trabalhando diariamente na limpeza de praias. As ações agora se concentram no litoral de Aracaju (SE). A região do Viral atualmente é a mais afetada.

A preocupação é que o óleo atinja rios importantes para navegação turismo e abastecimento no estado de Sergipe. “Nossas ações agora são voltadas à contingência desse óleo. Que ameaça chegar aos rios Vaza-Barris, Japaratuba e Real. Hoje instalaremos barreiras para evitar o avanço do produto”, informou.

As primeiras manchas de óleo começaram a aparecer no litoral nordestino no dia 2 de setembro e atinge hoje 42 municípios  nos nove estados do nordeste. Ao todo, são 132 localidades contaminadas. O estado de Sergipe é um dos mais afetados. Por enquanto o que se sabe é que o material trata-se de petróleo bruto, que não é comercializado nem produzido no Brasil.

Por Fan F1.

COMENTE!