fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Eventual cassação do Padre Inaldo possibilitaria nova eleição em Socorro

A imprensa sergipana tem acompanhado atentamente o desenrolar de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), movida pelo MP Eleitoral em face do prefeito reeleito em Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo do PP.

O processo está conclusos para a decisão do juízo da 34° Zona Eleitoral, que no despacho, notificou o prefeito e o vice, para que apresentem defesa indicando as provas que pretendem produzir.

O MP acusa Padre Inaldo de abusar do poder econômico com o objetivo de captar ilicitamente votos para a sua chapa majoritária.

Segundo consta dos autos, Inaldo teria feito distribuição de telhas, no valor de R$550, para uma mulher no mês de setembro, em troca dos votos da beneficiária e da família dela. Ele também teria prometido doar uma cadeira de rodas.

O promotor ainda cita um vídeo enviado pelo delegado federal Dr. Daniel Hortal, sobre uma reunião no gabinete do prefeito em que ele teria dado o dinheiro.

O MP Eleitoral afirma que a diferença de votos para o segundo colocado pode ter sido influenciada pelo uso ilegal da estrutura financeira da prefeitura para comprar votos de eleitores.

Caso os pedidos contidos na ação sejam julgados procedentes, com o trânsito em julgado nas três instâncias da Justiça Eleitoral, Socorro terá uma nova eleição.

Neste caso, o Padre e o seu vice não poderiam participar do novo pleito, uma vez que estariam inelegíveis.

Assim, abriria a possibilidade do segundo colocado, qual seja Dr. Samuel Carvalho (CIDADANIA), ter a oportunidade de se candidatar como o principal nome desta corrida eleitoral.

Nesta situação, Samuel poderia sair ainda mais fortalecido, já que a maioria dos eleitores não optaram pela reeleição do atual gestor, uma vez que o resultado mostrou que a quantidade de votos da oposição foi superior aos votos da situação.

Pela divisão dos grupos de oposição, o Padre Inaldo saiu beneficiado. Venceu a disputa com uma margem de aproximadamente 3 mil votos e conseguiu assumir o mandato mesmo com a Ação Eleitoral em curso.

 

COMENTE!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação