A prática da Vaquejada esteve ameaçada de ser proibida em todo o país. Isso ocasionou em muitos protestos Brasil a fora e através da pressão popular o Congresso Nacional tornou a vaquejada em Patrimônio Cultural e Imaterial, também aprovou e promulgou a legalização desta pratica profissional e cultural por todo os cantos do país. Isso provocou uma reação muito grande pelo Brasil a fora e diversas Leis semelhantes estão sendo aprovadas em diversos municípios no país.

Na ultima sessão acontecida no dia 05/06 foi apresentado o Projeto de Lei 29/2017 transformando a Vaquejada em Patrimônio Cultural e Imaterial do Município de Monte Alegre. Alguns vereadores foram trajados de vaqueiros usando terno e chapéu de couro para apresentar o projeto.

Durante a sessão foi muito discutido sobre a importância da manutenção dessa prática esportiva e cultural não só no município, mas em todo o país.
O Projeto de Lei foi apresentado pelo Vereador Junior Fárias em parceria com a Vereadora Lidiane de Zé Almeida e o Vereador Geninho de Zé de Dé foi aprovado por unanimidade.Os demais vereadores também abraçaram essa causa votando a favor.

Izaque Vieira/ Redação Sou de Sergipe

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR