No próximo dia 09 de junho, a partir das 19h no salão nobre da Câmara Municipal de Vereadores de Monte Alegre de Sergipe, estará acontecendo o lançamento da segunda obra poética do Escritor Marcos Antônio intitulada de: JARDIM DA ÁRIDA POESIA. Uma obra versada no sertão, e genuinamente Monte-alegrense.
Vamos poetizar?
Marcos Antônio é Cronista, Contista, Escritor, Poeta e Acadêmico da ALAS. É de naturalidade baiana, natural da cidade de Paulo Afonso.
Marcos, possui uma grande identidade com o sertão sergipano,em especial o Povoado Baixa Verde, Monte Alegre como sua fonte de inspiração para alguns de seus poemas. A sua vinda para a cidade sergipana de Monte Alegre de Sergipe-SE, se deu no ano de 1986, logo após ter constituído família em terras Sergipanas. Foi o pioneiro, exatamente no ano de 1987 juntamente com Josa Barbosa, na instalação e implantação do primeiro sistema de alto falantes da cidade Pousada do Som, “ainda” com corneta e amplificador “DELTA”, já movimentando a cultura local ,naquela época.A corneta ficava na praça da igreja matriz. Ex-radialista das Rádios Cultura e Bahia Nordeste “RBN”, ambas de Paulo Afonso. Em 1999 retornou ao povoado Baixa Verde e ali escreveu alguns poemas chegando a´participar do 1º Concurso para uma seleta poética. Nesse concurso o seu poema intitulado de SERTÃO galgou o quarto lugar, dentre os 6. 680 inscritos, levando o nome da cidade de Monte Alegre ao cenário literário nacional. O poema Sertão foi publicado na Antologia Encontro com a Palavra pela Scortecci Editora (2000). Em 2001, ele lançou o seu primeiro livro de poesia intitulado Amor em Versos e Reversos, e mais uma vez tornou-se pioneiro, sendo o primeiro escritor a lançar um livro na cidade de Monte Alegre.Em novembro de 2014 foi aclamado e empossado na Academia Literária do Amplo Sertão Sergipano “ALAS” representando o pólo literário de Monte Alegre. Agora, o Pauloafonsino por naturalidade, e naturalizado Montealegrense pela aderência do coração, retorna a sua verdadeira casa para lançar a sua segunda obra poética intitulada; Jardim de Árida Poesia (Editora Kazuá- SP) premiada com Menção Honrosa “Prêmio Peixe de Literatura”.
Evento imperdível!

Izaque Vieira/Redação Sou de Sergipe

Deixe seu comentário abaixo

Comentários

COMPARTILHAR