Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Pai de Gabriel Diniz desmente versão do Aeroclube de Alagoas: “Esse avião foi fretado mesmo”

Em entrevista ao programa Cidade Alerta, da Record TV, no começo da noite desta segunda-feira 27, o pai do cantor Gabriel Diniz desmentiu a versão do Aeroclube de Alagoas, segundo a qual o artista viajava de “carona” no avião monomotor que caiu na região Sul de Sergipe. No acidente, morreram o cantor e os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias. Francisco Diniz, que está em Maceió, conversou por telefone com o apresentador do Cidade Alerta, Luiz Bacci. Na conversa, que durou quase 14 minutos, o pai do cantor não deixou dúvidas: afirma mais de uma vez que a aeronave foi fretada sim.

Como já foi noticiado, o avião não tinha licença para o serviço de táxi aéreo; havia autorização legal para o serviço de treinamento de pilotos. Mas, em entrevistas à TV Gazeta e ao Jornal Nacional, da TV Globo, diretores do Aeroclube garantiram que não houve a locação para o voo. Abinadab Silva e Jefferson dos Santos Silva sustentaram a história de que os pilotos foram passar um fim de semana em Salvador, para “lazer deles”. Na volta, teriam então dado a carona ao “amigo” Gabriel Diniz.

Vou transcrever agora o que disse o pai do cantor na conversa com o jornalista da Record. Falando com calma, ele parecia bem convicto. O vídeo completo pode ser visto no site da emissora. O pai:

“Esse avião foi fretado aqui em Alagoas pra fazer o translado dele [Gabriel Diniz] pra Salvador. Ele ia fazer o show em Feira de Santana… Retornaria pra cá, pra Alagoas, no mesmo avião… Um avião locado, fretado pra fazer essa atividade. Não era de amigos; não era coisa de improviso, não”.

Diante da revelação do pai do artista, que deu essas informações antes mesmo de o apresentador falar sobre a versão do Aeroclube de Alagoas, Luiz Bacci então faz a seguinte pergunta: “Então esse avião foi sim fretado, foi pago pra fazer esse transporte, não foi uma carona de amigos, é isso?”. Francisco Diniz reafirma que era um voo comercial. Ele responde:

“Foi fretado mesmo. Alinhado só com esse propósito mesmo, de levá-lo e trazê-lo à cidade de Maceió. Ele estava com a gente aqui. Programamos tudo. Ele foi para o show e voltava pra cá”.

Pelas palavras do pai de Gabriel Diniz, na verdade o filho pegou o avião em Maceió, onde ele estava porque namorava uma alagoana, como já divulgado. A versão destoa completamente do que dizem os diretores do Aeroclube. Vejam o que disse ao Jornal Nacional Abinadab Silva, diretor financeiro:

“Essa aeronave foi para Salvador porque os pilotos são amigos e são membros do Aeroclube de Alagoas, e também são diretores daqui. Então eles locaram o avião e foram para Salvador, para o fim de semana. E deram uma carona ao Gabriel”. Já o diretor de materiais do Aeroclube, Jefferson dos Santos Silva, apareceu no AL2, na TV Gazeta, e também apresentou um enredo semelhante:

“Como o Abraão [piloto morto no acidente] é diretor, e o Xavier [o outro piloto morto] também é diretor aqui no Aeroclube, ambos têm direito, assim como eu, de pegar o avião a hora que quiser para fazer voo aqui em Maceió, voos de rota, porque é regulamento do Aeroclube, entendeu? Locação, não. Tanto, que o recibo está no nome do Abraão, tá tudo no nome do Abraão. Era um voo particular do Abraão, um voo de lazer deles. Foram passar o final de semana em Salvador”.

Diante da contradição absoluta, ou Fernando Diniz, o pai do artista, está mal-informado, por algum motivo desconhecido, ou os diretores do Aeroclube estão mentindo – teriam montado uma versão fantasiosa para escaparem do flagrante de ilegalidade. A investigação vai esclarecer qual é afinal a verdade dos fatos. A princípio, não parece um caso muito difícil de ser solucionado.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu as operações do Aeroclube. Também por decisão da agência, nove aeronaves estão interditadas e não podem ser usadas em voos.

Gabriel Diniz invadiu as paradas com a música Jenifer, num desses casos em que um único hit transforma um cara quase desconhecido num fenômeno de proporções grandiosas. Chegou ao estrelato como um furacão. Tinha apenas 28 anos e estava apaixonado pela namorada Karoline Calheiros, que conheceu durante um show em Alagoas. Os dois já planejavam o casamento.

Cada Minuto Alagoas/Ne

COMENTE!