fbpx
Portal Sou de Sergipe
O portal do Sergipano

Contratados do Hospital de Glória sem salário há dois meses

Se um dia alguém perguntar: “Qual o problema da saúde? “

Um outro alguém vai dizer: “ A politicagem”.

Como tudo nesse país gira em torno de politicagem, não seria diferente com a saúde.

Durante anos o Hospital Regional de Nossa Senhora da Glória esteve (ou está) no olho do furacão. Denúncias e mais denúncias de descasos, mau atendimento e até mesmo total falta de respeito com quem precisa usar a unidade de saúde.

Não bastasse todos os problemas que a unidade enfrenta no dia a dia, alguns profissionais de saúde (CONTRATADOS), estão sem receber salários por pelo ao menos DOIS MESES.

Mesmo muitos sendo considerados como heróis por combater o coronavírus, muitos profissionais caminham para o terceiro mês, sem saber o que é receber salário.

Para se ter ideia, muitos assinaram os contratos e não receberam nenhuma copia para comprovar o trabalho ou não. Um outro fato que chama atenção é que muitos abriram conta salário, mas são obrigados a uma nota fiscal emitida pela prefeitura.

De acordo com informações, as desculpas pelo não pagamento são as mais variadas, desde a mais pesadas até a queda de internet.

O maior receio é que com tudo que está acontecendo, esses profissionais resolvam paralisar, por não estarem recebendo o que lhes é de direito. E aí vão alguns questionamentos?

Será que alguém terá que fazer teatro “batendo na mesa”, mostrando indignação para que alguém possa tomar uma atitude?

Serão necessárias paralizações para que os profissionais possam receber seus salários?

Alguém precisa explicar a população, o porquê fazer uma conta salário ao mesmo tempo tirar uma nota fiscal junto a prefeitura para poder receber o que lhes é de direito.

Ainda de acordo com informações, as notas são pagas pelos próprios profissionais que deve também ter desconto na conta assim que o salário for depositado.

Do jeito que a coisa vai, esses profissionais irão pagar para trabalhar. Muitos já desistiram no meio do caminho.

COMENTE!